quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Resenha: Se Eu Ficar


Oi gente, como estão?
A resenha de hoje é sobre o livro Se Eu Ficar
Autora: Gayle Forman
Páginas: 196 + um trecho do primeiro capitulo de Para Onde Ela foi e entrevista exclusiva com os atores do filme (Total de 224 páginas)
Editora: Novo Conceito

Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio de carro. E, em um instante, tudo muda. Todas as escolhas se perderam, menos uma. A única que realmente importa. Se Eu Ficar é um conto belíssimo sobre a força do amor, o verdadeiro significado da família e as decisões que todos nós precisamos tomar."

Se Eu Ficar conta a história de uma jovem violoncelista de 17 anos chamada Mia Hall da cidade de Oregon, Estados Unidos, que desde pequena escolheu a música clássica como estilo de vida, ao contrario de seus pais que eram voltados para o estilo punk rock, e Teddy, seu irmão mais novo, que seguiu o estilo dos pais. O pai de Mia, até tinha uma banda no passado que fazia sucesso na cidade em que moravam. Mia sempre se achou a "esquisita" da família, por não ter o mesmo estilo e não ser nada parecida com seus pais e com seu irmão, até achava que havia sido trocada na maternidade.
Mia tinha tudo para ser uma roqueira, desde pequena ia ao show de seu pai, e tinha uma forte influência, tanto dos pais, quanto dos amigos deles. Porém, quando começou a estudar se apaixonou pelo violoncelo e pela música clássica, e desde então ela praticava dia e noite.
Com pouco tempo, de tão bem que tocava,  Mia começou a dar aulas para universitários da cidade em que morava e a participar de pequenos concertos da cidade.
Quando adolescente, Mia se apaixona por Adam, um jovem roqueiro com uma banda e um pouco mais velho que ela, a partir daí, Mia começa a viver várias aventuras com Adam e prova do mais puro e verdadeiro amor. Mas Mia mal sabia que tudo estava prestes a mudar.
Num dia de inverno e muita neve, as aulas são canceladas, então, é decretado "feriado" por causa da neve. Os pais de mia, então, decidem aproveitar esse dia de folga para viajarem, e é aí que tudo muda, um grave acidente acontece no caminho e sua vida muda completamente.


A história se passa em apenas um dia, e foca tanto no amor entre Mia e Adam, quanto na relação que ela tem com a família e é claro, com a música, além de ser cheia de flashbacks, o que deixa a história ainda melhor.
A autora intercala os momentos do acidente, o que houve com ela e os momentos que Mia viveu antes da tragédia. É como se a alma ou espirito dela contasse toda a história (Calma! Isso não é spoiler, garanto).
A leitura é super fácil e não é cansativa, não é aquele tipo de livro em que conta tudo nos mínimos detalhes, mas com detalhes o suficiente para imaginarmos tudo. E ao contrário do que se pensa, o livro não é tão depressivo assim, há umas partes bem engraçadas.
O filme também é maravilhoso, a escolha dos atores foi perfeita e achei que foi bem fiel ao livro, e as modificações feitas, só melhoraram a história, além é claro, de uma trilha sonora simplesmente espetacular e fantástica!
Enfim, se tornou uma das minhas histórias preferidas, nunca fiquei tão apaixonada por um livro e por um filme quanto fiquei por esse! Quem ainda não leu nem assistiu ao filme, leia e assista, vale muito a pena!
Ah, e o segundo livro, Para Onde Ela Foi (sim, estou lendo) não fica nem um pouco atrás do primeiro (estou morrendo um pouquinho a cada página :c ), pois é incrivelmente lindo e emocionante. Espero que adaptem para o cinema também, (aguardando ansiosamente). Assim que terminar de ler, posto a resenha aqui para vocês!

E pra vocês ficarem com um gostinho a mais, aqui vai algumas das músicas da trilha sonora do filme!








Então é isso galera, espero que tenham gostado da resenha de hoje!
Um grade beijo e atá a próxima!
sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Livros: Fangirl

Oi gente, já ouviram falar do livro Fangirl?

Autora: Rainbow Rowell
Páginas: 424
Editora: Novo Século
Sinopse: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?
Cath e Wren são gêmeas e melhores amigas embutidas, mas agora que vão a faculdade Wren não quer mais que durmam no mesmo quarto e cada uma que se vire com suas amizades, para ter um pouco mais de libredade, ambas são fãs de Simon Snow, antigamente escreviam juntas a fanfic Vá em Frente, Simon, mas só Cath continua escrevendo hoje em dia, fazendo um grande sucesso. Por sua paixão por escrever, escolheu fazer graduação em Inglês, enquanto a irmã preferiu Marketing, a aula mais aguardada por Cath era Escrita de Ficção.
Quando Cath chega ao seu quarto conhece a Reagan (sua colega de quarto) e seu suposto namorado simpático, Levi. O medo do novo e a timidez fez com que Cath não conhecesse algumas áreas do campus da faculdade, nem o refeitório, quando a colega de quarto dela descobre isso (ela já é uma veterana), elas finalmente se tornam amigas e ela é apresentada ao campus.
Durante a história as irmãs se afastam, Cath continua escrevendo sua fanfic e ficando mais amiga de Levi, ele que foi uma grande surpresa do livro, não pensava que ele ia tomar um destaque tão grande, mas foi meu personagem favorito, e dono das minhas cenas favoritas do livro!
A narrativa é deliciosa, os capítulos são um pouco curtos com partes da série Simon Snow (que é uma homenagem a Harry Potter) e alguns capítulos da fanfic da Cath no fim deles. A Wren me deu um pouco de raiva com suas atitudes, mas o "filho da mãe" da história foi o Nick, colega da turma de Escrita de Ficção que nem preferi falar mais dele na resenha.
Comecei a ler a história sem expectativas, só com a garantia que a Rainbow Rowell é bem querida e faz Young Adults apaixonantes, e não é que fiquei apaixonada, meu lado Fangirl falou mais alto e agora tenho mais um livro favorito! Ainda por cima ela lançará ano que vem o livro Carry On (Vá em Frente), será seu primeiro livro de fantasia sobre Simon Snow ♥ ~lê comemoração e joga purpurina~

Até o/
terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Resenha: Deixe a Neve Cair

Oi galera, como estão?
Hoje vim aqui trazer a resenha do livro Deixe a Neve Cair dos escritores Maureen Johnson, John Green e Lauren Myracle.
Deixe a Neve cair se trata de um livro um tanto quanto diferente, pois é composto por  três histórias diferentes, mas que tem uma certa relação entre si, principalmente quanto se trata dos personagens (Ou seja, não adianta pular uma história para chegar logo na outra hein). E sim, o livro se trata de histórias que se passam na época que em estamos chegando, o Natal (O título e a capa já são bem sugestivos).

Nome: Deixe a Neve Cair
Autores: Maureen Johnson, John Green, Lauren Myracle
Páginas: 335
Editora: Rocco

Sinopse: "Na noite de Natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Porque ficar presa à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida com os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda de um namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor. Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do Natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com direito a romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego".


A primeira história se chama O Expresso Jubileu da escritora Meureen Johnson. Essa história fala sobre uma adolescente de 16 anos chamada Jubileu, que, na véspera de Natal é obrigada a pegar um trem para visitar seus avós, que moram na Flórida. Isso ocorreu porque os pais de Jubileu cometeram um pequeno "deslize" e acabaram presos.
Então Jubileu pega o trem afim de chegar logo ao seu destino, porém o que ela não esperava é que ficaria presa em uma nevasca, cercada de cheerleaders (que por sinal ela não gostava), e longe de seu namorado, com quem completaria um ano de namoro.
Não suportando ficar presa naquele trem, Jubileu decide caminhar até uma Waffle House, onde no caminho conhece um rapaz chamado Stuart que muda completamente o rumo da história.

Se eu tivesse que definir essa história com apenas uma palavra, seria apaixonante! Apesar de Jubileu as vezes me tirar do sério quando se tratava de seu namoro. A história simplesmente me cativou pelo fato de nunca saber o que viria depois, muitas histórias são bem previsíveis, mas essa não! Quando você acha que vai acontecer uma coisa, acontece outra que te surpreende. Comecei a ler, não queria parar mais até chegar ao fim, e quando chegou, ainda deixou um gostinho de "quero mais".

A segunda história é O Milagre da Torcida de Natal de John Green, essa história nos fala um pouco sobre Tobin, JP e Duke (Só pra deixar claro, Duke é uma garota), um trio de amigos que sempre estão em busca de diversão (pelo menos os garotos). Na véspera de Natal esses três amigos estavam em casa sem nada para fazer, quando um amigo de Tobin liga para ele convidando-os para ir ate a Waffle House passar o dia com as cheerleaders. E a história é basicamente isso, conta toda a saga e as dificuldades dos três chegarem até a Waffle House.

Um dos motivos para eu querer ler esse livro foi o John Green, pois fiquei apaixonada pelos dois livros que já li de sua autoria (A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel), criei uma expectativa enorme sobre O Milagre da Torcida de Natal, e acabei me decepcionando muito, o motivo? A história tem muita enrolação, ele fica o conto inteiro falando em como os três fariam para tirar o carro atolado na neve e eles nunca chegavam á Waffle House, é detalhado demais e muitas vezes dá detalhe do que já foi detalhado, o que me deu muita raiva, deixou a história cansativa e extremamente chata e totalmente previsível. É, eu realmente odiei a história.

A terceira história é O Santo Padroeiro dos Porcos de Lauren Myracle, essa é a história de Addie, uma adolescente egoísta e egocêntrica, que vive metendo os pés pelas mãos e que está deprimida pelo fim de seu namoro. Um belo dia, Addie decide mudar e mostrar isso para todos ao seu redor. E é no dia da pior nevasca da história, no Starbucks em que trabalha que sua vida começa a mudar, e ao contrário do que você pensa, não é Jeb, seu ex namorado o responsável por essa mudança. O fato de Addie amar muito Jeb, e esperar muito dele, esperar que ele seja algo que não é na realidade,  acaba enrolando as coisas e faz com que ela repense em tudo o que aconteceu.

A história é tão boa quanto a primeira (Ainda bem que salvou o o resto do livro), é divertida e cativante, o mais legal é ver que Addie é uma adolescente comum, que faz borradas, sofre, se arrepende e tenta dar a volta por cima. Uma leitura simplesmente incrível!

Então é isso galera, espero que tenham gostado da resenha, e quem puder, leia o livro pois é muito bacana e vale a pena!
sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Livros: Eu Sou o Número Quatro

*Capa original e capa do filme*

Os Legados de Lorien, livro #1
Autor: Pittacus Lore
Páginas: 352
Editora: Intrínseca
Sinopse: "Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes e nos quadrinhos mas somos reais. Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo. O Número Um foi capturado na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo."
Você que gosta de histórias com aliens e ficar um pouco paranoico, este é um livro que em 352 páginas vai te deixar com uma paranoia, esta que vai deixar você curioso com outras pessoas estranhas achando que elas são aliens, mentira não é para tanto.
P.S.Qualquer falha nos fatos é porque faz um tempo que li.

O número 4 é o John que com o seu Cêpan (protetor) se deslocam constantemente devido a ameaças de Mogadorianos, a cada mudança eles trocam de nomes, identidades entre outras coisas para não serem reconhecidos, para o local que eles vão desta vez, há chances de ficarem por mais tempo. Com isso John pode começar a namorar e a fazer amizades, Sarah sua namorada é aquela clássica da recepção de boas-vidas da escola, mas ela não era até um tempo atrás, isso faz desenvolver alguns conflitos escolares. Sam torna-se amigo de John principalmente devido a sua paixão por planetas e aliens, essa paixão que fez acontecer algumas coincidências a mais na história.

 Durante a história conhecemos um pouco do planeta Lorien, muitas vezes por sonhos de John, tem uma dose de conscientização no modo que é abordado. A história tem um quê de se desenrolar obviamente? Tem, mas não deixa de ser uma história eletrizante, cheio de aventura, que tende a aumentar nos livros seguintes. Não assisti o filme baseado na história, mas deve ter uma razão para falarem tão mal né?

Fan Page

Search

Carregando...

Faça Parte!